sábado, 8 de agosto de 2015

Coincidência estatística

Um recente estudo do Ateliê Parisense de Urbanismo registrou o fechamento de 83 livrarias parisenses entre 2011 e 2014, uma queda de 10% do total. Por outro lado, em uma irônica coincidência estatística, a mesma pesquisa apontou que o maior crescimento no comércio se verificou na venda de óculos: o número de óticas aumentou em 18% no período, com a abertura de mais 138 lojas na capital.

1 comentário:

Luis Eme disse...

Cá é quase assim.

Na cidade onde vivo nos últimos tempos abriram sobretudo ópticas, lojas de cigarros eléctricos, perfumarias marca branca e fazedores de desenhos corporais.

Arquivo