terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Uma carta

Um estudante de notariado suicidou-se em 1810 e deixou uma carta em que anunciava a sua resolução, porque, após sérias reflexões, tinha reconhecido que era incapaz de se tornar tão grande como Napoleão.

Marcel Schwob, Coração Duplo. Tradução de Raúl Henriques.

Próximo sábado, 9 de Janeiro, pelas 17h00, no Gato Vadio.

1 comentário:

Janita disse...

Um suicídio anunciado, portanto...
E, afinal, Napoleão até nem era lá grande coisa!!

Lamento imenso mas, no sábado, tenho um compromisso inadiável, senão teria imenso gosto em ir assistir às Leituras do Gato Vadio.
De qualquer modo, se der, ainda passo por lá.

Arquivo