terça-feira, 13 de março de 2018

O fantasma do cavalo de Turim em Ödön von Horváth

CAROLINA: Isto é um Austro-Daimler?
RAUCH: Acertou! Bravo!
CAROLINA: O meu ex-namorado conduziu um Austro-Daimler. Sabe, era chauffeur. Um homem esquisito. Olhe, há três meses, quisemos os dois ir dar um passeio ao campo; pois não é que teve uma bulha dos diabos com um cocheiro porque ele tinha dado chicotadas no cavalo? Por causa de um cavalo, calcule! Quando ele próprio é chauffeur! Uma pessoa tem de dar valor às coisas.

Ödön von Horváth, Casimiro e Carolina. Tradução de Maria Adélia Silva Melo.

Sem comentários:

Arquivo