segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Três minutos

Todas as noites, Dadaíve Kander – sim, esse mesmo – observava a lua a percorrer o céu. Era um hábito do qual não abdicava, nem por todo o ouro do mundo.
- Não consigo adormecer sem antes observar a lua a percorrer o céu. É um hábito do qual não abdico nem por todo o ouro do mundo – dizia.
Uma noite, a lua não apareceu e não percorreu o céu. Dadaíve Kander coçou a cabeça durante mais ou menos três minutos. Depois encolheu os ombros e adormeceu.

1 comentário:

Luis Eme disse...

encolhemos muito os ombros, para responder à vida...

Arquivo